Bomba Atômica

Icon

história, ciência e sociedade

Tipos de BA

As armas nucleares tem um funcionamento diferente de acordo com o material que é usado para a explosão e o processo na qual a explosão ocorre. Caracteriza-se as bombas atômicas em quatro tipos:

 

Bombas de fissão nuclear (Bombas A)

Elas utilizam este processo, a fissão nuclear, para desencadear uma reação em cadeia onde os pesados núcleos atômicos de urânio (principalmentre) são quebrados em elementos mais leves quando são bombardeados por nêutrons. Para iniciar a reação em cadeia, a bomba deve possuir uma quantidade determinada de massa que é chamada de massa crítica. Assim, ao desintegrar o núcleo de urânio irá aumentar o número de nêutrons que irão bombardear outros núcleos mais pesados dando prosseguimento na reação em cadeia. A massa crítica é atingida quando um detonador dentro da bomba une uma quantidade suficiente de massa que inicia o processo de fissão nuclear. Na figura 1 especifica-se o que ocorre dentro da bomba.

Figura 1: Represesntação do interior da bomba (figura de http://www.webalice.it/imc2004/files_arms/nuclear/bomba_atomica.htm).

 

Bombas de fusão nuclear (Bombas H ou Bombas de Hidrogênio)

Pelo nome, baseiam-se no processo de fusão nuclear, onde núcleos de elementos leves como o hidrogênio e o hélio combinam-se para formar elementos mais pesados e liberam energia. Este tipo de bomba que usa o processo de fusão nuclear possui a maior força destrutiva já criada pelo homem, embora nunca tenha sido usada em uma guerra. A bomba Tsar é um exemplo deste tipo de bomba. Na figura abaixo a exemplificação de como ocorre o início da explosão, ou seja, o início da reação em cadeia que irá liberar as enormes quantidades de energia.

Figura 2: Início (ignição) da reação em cadeia que provoca a explosão (figura de http://famablogcientifica.blogspot.com/2008/05/bomba-atmica.html).

Bomba Suja

O nome desta bomba surgiu do fato dela usar um material radioativo que fica em seu interior para dispersar no momento da explosão. Não é uma bomba nuclear, não utiliza processo de fissão ou fusão nuclear para liberar energia. Ela apenas libera este material radioativo para causar contaminação nuclear semelhante ao que ocorre em uma bomba atômica deixando uma área inabitável por décadas.

Bomba de nêutrons

O último tipo de bomba cham-se bomba de nêutrons, é um dispositivo termonuclear  onde os nêutrons gerados na reação de fusão nuclear escapam intencionalmente do interior da bomba. Seu potencial destrutivo encontra-se nestas radiações que escapam da bomba, principalmente raios-X e nêutrons de alta energia,e como os nêutrons são mais penetrantes que outros tipos de radiação, muitos materiais de proteção que poderiam bloquear as radiações provocadas por outros tipos de bombas não são eficientes contra eles. Estas bombas têm ação destrutiva apenas sobre organismos vivos, ou seja, pode acabar com a vida de microorganismos e deixar uma cidade inteira intacta.

“Quando a guerra termina, o mundo continua intacto”, disse Samuel Cohen, o criador da bomba ao jornal “The New York Times” pouco antes de morrer. Isso pode representar uma vantagem militar, visto que existe a possibilidade de se eliminar os inimigos e apoderar-se de seus recursos.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: